1 de dezembro de 2008

Obrigado Aula Magna

Foi no passado dia 22 de Novembro que a VicenTuna levou ao palco da Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa o X S.Vicente – Festival de Tunas Universitárias. Nesta edição o S Vicente recordou Júlio Verne, escritor visionário cujas obras de ficção sempre englobaram a inovação cientifica e tecnológica.

Gostaríamos de deixar o nosso MUITO OBRIGADO a todos quantos fizeram possível este evento; desde as Tunas convidadas (ESTATuna, EUL, TAL e TAISCTE) pelo contributo de altíssima qualidade, à AEFCL e a todas as entidades que de alguma forma nos apoiaram, à Infantina, aos Guias, ao staff e a todos aqueles que de forma anónima mas dedicada prestaram um contributo imprescindível. Foram todos vocês os verdadeiros obreiros.

Lamentamos a falta de colaboração da CML! Não é motivo de orgulho para nós constatar que a nossa cidade não só não ajuda como faz questão de só dizer que não ajuda na véspera do Festival. Servir os munícipes deve ter outro significado lá para os lados da Praça do Município.

Para os registos, para além de um espectáculo que nos deu um enorme gozo realizar, fica a seguinte distribuição de prémios.

Prémio Melhor Pandeireta: TAISCTE
Prémio Melhor Porta-Estandarte: TAL
Prémio Melhor Solista: EUL
Prémio Melhor Instrumental: TAL
Prémio Melhor Tuna: TAL
Prémio Tuna Mais Tuna: ESTATuna

Para as mais de 800 pessoas que se deslocaram à Aula Magna, esperamos sinceramente tenham divertido e que o espectáculo tenha estado ao nível das vossas expectativas.

A todos MUITO OBRIGADO! Até ao próximo S. Vicente.

22 de novembro de 2008

X S.Vicente em directo na internet

A VicenTuna em colaboração com o DI-FCUL orgulha-se de disponibilizar on-line a emissão do X S.Vicente, festival de tunas universitárias.

mms://wms.fccn.pt/Festival_tunas

Se não conseguiu vir ao festival, não perca esta oportunidade de assistir a um fantástico e multifacetado espectáculo.

18 de novembro de 2008

X S. Vicente - Festival de Tunas Universitárias - Aula Magna, 22 de Nov. 21h

O S.Vicente – Festival de Tunas Universitárias é um festival cujo objectivo é trazer ao público da cidade de Lisboa um espectáculo musical diversificado com tunas de vários pontos do país. É já um dos acontecimentos académicos mais importantes e de maior tradição na agenda cultural da Universidade de Lisboa, mobilizando não só largas centenas de jovens universitários como também o público da cidade de Lisboa.

Na sua décima edição o S Vicente recorda Júlio Verne, escritor visionário cujas obras de ficção sempre englobaram a inovação cientifica e tecnológica, num espectáculo composto pela actuação da Tuna Académica de Lisboa, Estudantina Universitária de Lisboa, Tuna Académica do ISCTE e a ESTAtuna a concurso e ainda a da Tuna anfitriã, ficando a promessa de um espectáculo visual e musical no estilo a que a VicenTuna já vos habituou.


Tal como na edição passada o S. Vicente torna-se num evento solidário, levando a música tunante ao Instituto Português de Oncologia de Lisboa e doando 50% dos lucros a esta instituição.

10 de novembro de 2008

Fim-de-Semana com a Real Tuna Infantina, 24,25 e 26 de Outubro

Partímos o passado fim-de-semana para o Algarve com a garantia de passar um bom bocado com os nossos afilhados. As expectativas eram muitas, mas nada faria prever os momentos maravilhosos que passamos na companhia da nossa muito querida Real Tuna Infantina.

Saímos para Faro ao final do dia de sexta-feira, por volta das 23.30 já todos se encontravam bem animados no familiar “O seu café” a cantar e tocar umas modinhas.

De seguida dirigimo-nos para o BA, onde dançamos e convivemos pela noite fora, terminando a noite na padaria onde comemos qualquer coisita para aconchegar o estômago antes de dormir, uma vez que o dia seguinte prometia.

O Sábado acordou solarengo e logo marcámos presença no café junto à marina. Após o almoço, que decorreu com grande animação, actuamos no jardim e, entre “tanques de guerra”, ganhámos alguns trocos, dos quais resultou um grande brinde entre tunas madrinha e afilhada.

Antes de jantar, os caloiros da VicenTuna e Infantina, participaram num rally fotográfico onde pousaram em vários sítios marcantes de Faro. Neste rally foram-lhes oferecidos churros, tiraram fotos com o tema “pulgas e formigas com asas” e foram até expulsos da esquadra! Ao chegarem ao restaurante cantaram as Águas do Dão e iniciou-se a jantarada… com os caloiros debaixo da mesa!

Todo o jantar foi deveras animado, desde jogos, declarações, penalize e desafios… tendo o seu ponto alto no momento em que a Guida, a actual Magister da Infantina, ofereceu com grande carinho um chapéu de Infante à VicenTuna, chapéu este especial pois além de ter os emblemas da Infantina e da VicenTuna, continha também os das terras dos elementos da sua Tuna. O nosso chefe Filipe agradeceu com um curto discurso sentido e depois de mais alguns momentos de convívio deixamos o restaurante.

Paramos mais uma vez no acolhedor “O seu café”, revivendo um pouco a noite anterior, tocando e cantando deu-se continuação ao espírito animado que já se tinha instalado durante o dia.

Por volta das 01:30 fomos conduzimo-nos até junto da marina para um “caloiros sem fronteiras” com os nossos irmãos da Infantina. Tendo cada caloiro um número, tinham de achar a carica previamente numerada com o mesmo que os Tunos haviam escondido na zona. Passados 5 a 10 minutos só nós, (Bejeca e Jola), continuávamos à procura das nossas caricas… já desesperávamos quando se aproximam 4 polícias, que pelo aspecto não estavam para brincadeiras. Pediram-nos identificação (que tinha sido retirada pelos Tunos durante a tarde) no entanto a Bejeca que tinha a carta de condução na carteira abriu-a para a retirar, altura em que um dos polícias pergunta o que ela havia deixado cair, bastante surpresa ela apanha do chão um “sabonete” de haxixe que não era dela nem podia ser da Jola. A partir daí foi sempre a piorar, e nós riamos nervosamente, entretanto o Filipe e o Cascão foram “deixados” aproximar-se. Quando já estavam a sacar das algemas para nos levar para a esquadra eis que um dos polícias diz que só não vamos presas porque somos os novos Tunos da VicenTuna!

Seguiu-se o tradicional banho do champanhe e uma grande euforia que continuou pela madrugada fora mais uma vez no BA. Finda a rambóia, voltámos a casa da avó da Guida.No dia seguinte, após o almoço, partimos rumo a Lisboa, com a ânsia de fazer inveja aos que por lá tinham ficado e perdido tão espectacular saída.

Bejeca e Jola

31 de outubro de 2008

O que é feito... da Patricía Represas


Como entraste para a VicenTuna?

Não sei como entrei. Foi um pouco como todos os outros.. Fui lá ver como era, gostei e fiquei. O segredo não está em entrar, mas sim em ficar. Quando vim para a Tuna estava curiosa em saber como isto era e acabei por juntar-me a um grupo que queria trabalhar e produzir algo mais. Na altura, isso era raro pois havia muita gente nos ensaios e muitos estavam ali só para tocar Pearl jam ou apenas para descontraírem um bocado.

E o que aprendeste cá?

A tuna tem a componente musical que é óbvia e faz necessáriamente parte da aprendizagem.Mas, essencialmente, aprendi a lidar com pessoas, a aceitar opiniões e ganhei calo em experiência organizativa. Como foi a tua vida na Tuna?Foi acima de tudo uma grande experiência de vida.Mas para isso acontecer, tens de viver, aplicar-te na tuna, "dar o couro e o cabelo"...e logo que te agarras, crias uma forte ligação emocional que não consegues destruir. É quase como um filho...dás tudo o que tens e não tens e não consegues separar-te dele.
E a vida no curso?

O curso correu mal...Fiz o curso em Fisica em 7 anos quando devia ter feito em 5. Porém, em relação à media, esta é semelhante à dos meus colegas. Muitas vezes deixei coisas pela Tuna. Lembro-me que havia sempre um teste que todos os anos calhava no fim-de-semana do Celta, um festival de Tunas em Braga. E todos os anos eu faltava ao teste e ía a exame. Mas acabei por fazer a cadeira e vendo bem, não me saí assim tão mal nestes anos todos.

O que fazes agora?

Bem,estou à 15 anos na FCUL..Acabei a Licenciatura, fiz Mestrado e agora estou a acabar o Doutoramento em Física. Sou casada, tenho 2 filhos e actualmente não tenho tempo para muito mais. Para o Futuro penso em candidatar-me a uma bolsa de Pos-Doc.

Como é que a Tuna te influenciou no modo de estar e na vida em geral?

No dia a dia, a tuna continua a influenciar-me. É uma tanga dizer que quem anda na tuna não acaba o curso.. A questão é que acaba por fazê-lo e ainda se diverte, mas claro que é preciso saber conjugar as 2 coisas: o divertimento e o estudo. Além de tudo o que já disse, a Tuna dá bagagem para tudo, desde saber cumprir regras e moldar-nos a elas. Adquire-se uma maior facilidade na relação inter-pessoal, a respeitar e a ser respeitado pelos outros e algo muito importante: a saber trabalhar num grupo.

8 de outubro de 2008

Obrigado pelo novo contrabaixo, AEFCL.

A VicenTuna quer oficial e formalmente agradecer à Associação dos Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa o presente que nos deram! O novo Contrabaixo da VicenTuna! Este magnífico instrumento vai agora poder render o seu já velhinho antecessor, e estamos certos que irá alegrar muita música, e representar a FCUL a muitas terras de Portugal. Mais uma vez, um muito obrigado!

Sessão de Boas-Vindas da FCUL

Como já é tradição, teve lugar no passado dia 24 de Setembro no grande auditório do C3 a sessão de boas vindas ao caloiro da FCUL 2008-2009. Como todos os anos alunos, docentes e funcionarios da FCUL reuniram-se para dar conhecer aos caloiros o que por muitos é considerado a sua 2ª (ou até 1ª) casa! Este ano as salas anexas do anfiteatro tiveram que ser abertas para poderem acolher toda a gente, devido à enorme afluência de alunos à sessão.

O Presidente dos Conselhos Directivo e Cíentifico, Prof. Doutor Nuno Guimarães discursou em primeiro lugar, salientando as mudanças a todos os níveis que têm ocorrido no ensino superior nos últimos anos e pediu a colaboração dos estudantes na revisão estatuária. Terminou o seu discurso dando as boas vindas aos caloiros, fazendo-os também notar que se encontram numa instituição de ensino com uma enorme variedade de áreas cientificas que se complementam e trabalham juntas.

Em seguida a Marta Santos, presidente da Associação de Estudantes da FCUL, fez o seu discurso, que seria o seu último enquanto dirigente desta unidade. Num discurso em que quem falava era o coração, a Marta demonstrou o orgulho que sente por pertencer à FCUL.

Por fim foi a nossa vez de actuar onde oferecemos toda a nossa música, alegria e humor aos presentes. Enquanto que os já vividos desta casa relembraram músicas (havendo até quem cantarolava mesmo as musicas mais elaboradas), os mais novos descobriram que uma tuna em palco pode inovar sem limites, e até fazer teatro durante as músicas! Durante a actuação tivémos uma corajosa caloira de biologia que subiu para o palco conosco e cantou o refrão da Madalena dentro dum chuveiro!! O resto da audiência ficou convencido que era tão fácil que ao tocarmos esta musica toda a gente a cantou conosco. A quantidade de aplausos no final e ver tanta gente de pé enquanto saíamos de palco não deixou sombra para dúvidas: a VicenTuna levou mais uma vez a música ao coração dos seus colegas estudantes e recebeu em troca uma força redobrada que nos faz continuar a trabalhar diáriamente!

Após o grito académico no C3 o convivio não terminou, dando-se continuidade n’”o Mocho”, mas já num ambiente totalmente informal onde alunos de vários cursos vieram ter conosco curiosos sobre a tuna e perguntando como poderiam entrar, o que poderiam tocar, etc. E assim a tarde findou com músicas, conversas e alguns copos. Uma imagem bonita que esperamos ver repetida vezes sem conta no ínicio deste ano, que para alguns é o 1º ano dos que muitos consideram, os melhores anos da nossa vida!

25 de setembro de 2008

Está aberto o ano 2008/2009

“Olé, Olé! Ciências está em pé!”

É com grande entusiasmo e energia que já cá estamos para mais um ano “tunístico”! Vai ser um ano cheio de emoções, alegrias e muita…muita música! O X S.Vicente, a 22 de Novembro na Aula Magna da R.U.L., vai ser o momento a não perder, mas o ano todo vai ser cheio de surpresas que todos vão poder seguir aqui.

Começámos o ano, como não podia deixar de ser, a tocar na nossa casa, a FCUL. Os detalhes ficam para o próximo post. Permitam-me apenas plagiar o nosso Presidente do Conselho Directivo dizendo que “estou rendido”. Estou rendido à energia, ao entusiasmo e ao dinamismo que os alunos da FCUL demonstraram. Estou rendido ao carinho e apoio com que no passado dia 24, todos quantos enchiam o anfiteatro 3.2.14 (como há muito não se via por cá…), acolheram a VicenTuna. BRUTAL….SIMPLESMENTE BRUTAL!

Para todos os novos caloiros; bem-vindos à melhor Faculdade do Mundo. Estamos certos que os próximos anos vão ser inesquecíveis e que vão sentir-se tão bem por cá quanto nós. Por isso, como já vos dissemos vezes sem conta, se não querem mesmo divertir-se enquanto tiram o vosso curso não venham para a VicenTuna. Nós por cá, contamos produzir e consumir doses massivas de diversão. :-D; terças e quintas-feiras, a partir das 20:00 no 1.3.20.

Ainda que com algum atraso… um abraço muito especial a todos os que partilharam connosco o ano tão intenso que terminou. Quase sem se dar por isso, foram 24 actuações de norte a sul, continente e ilhas. Não fomos a mais porque os €€€ não deixaram. Aos nossos caloiros e bichos, “Canetas, não. Lapiseiras!”. Lembrem-se que “dos fracos não reza a História” e que é “o sonho que comanda a vida”! Para os nosso afilhados e para todos os nossos amigos, fiéis seguidores e fãs; o nosso muito obrigado pela confiança, apoio e incentivo. Vocês são os nossos mais amados e queridos críticos e nas alturas menos boas foram vocês a nossa força!

Para os nossos irmãos e irmãs Tunos, longe ou perto, nunca esqueçam que esta será sempre a vossa casa e que Ciências será sempre o nosso espírito. O caminho faz-se caminhando, esperamos que o vosso passe sempre por aqui…

Aquele abraço
Filipe


PS: Acabámos também de adicionar 2 posts das duas últimas actividades do último ano lectivo. Porque mais vale tarde do que nunca, aproveitem para recordar connosco esses 2 grandes momentos.

3 de agosto de 2008

SymBioSE 2008

Tivemos um fim-de-semana privilegiado na capital do estudante. A convite da organização do SymBioSE 2008, a VicenTuna foi tocar para dezenas de estudantes europeus.

São as pequenas coisas que por vezes nos fazem dar valor ao trabalho desenvolvido. Nesse Sábado 2 de Agosto, fomos para Coimbra para tocar... mas, havia que aproveitar para maximizar o “valor” das viagens, e aproveitámos para chegar mais cedo e desfrutar das vistas e do traçadinho de Coimbra. Parece que nunca nos cansamos de percorrer as ruas desta cidade.

À noite a actuação... uma actuação para estudantes europeus que pouco conhecem da música tradicional portuguesa. Foi simplesmente fantástico ver estes nossos “colegas” europeus a vibrar com a Nossa música, e ainda conseguimos pô-los a cantar (o refrão da Madalena... mas também conta!).

Fantástico é também a sensação de voltar a partilhar o palco com Vicentes que andam por terras estrangeiras há já algum tempo. O Tremoço (Jorge Almeida para os pais e pessoas menos amigas) já anda por Paris há mais de 4 anos, mas não deixou de dar uns saltos e fazer umas bolhas na mão por causa pandeireta. A presença dele deveu-se ao facto de fazer parte da organização do SymBioSE 2008. É sempre um privilégio justificar com uma boa actuação um convite feito por membros da tuna.
A actuação contou ainda com a minha inesperada apresentação em inglês... pois é, ainda dizem que os Tunos não são praxados! (Claro que não somos!) Ao fim de 7 anos de tuna ainda conseguimos ter novas experiencias... e eu gostei. Até acho que correu bem... pelo menos tive uma estudante que me disse “you made my day.” Isto é bom não é!?

Depois da actuação vêm os copos numa discoteca com músicas dos 90’s e cheia de gente! A noite acabou em casa de um amigo... é incrível como a boa vontade faz caber 20 pessoas em 3 quartos! Mas também isto é vivencia.

No fim disto tudo, ainda deu, já no Domingo de manhã, para sermos fotografados por italianos deliciados por terem descoberto estudantes de Coimbra... é a vida...

É um privilegio pertencer e viver esta tuna.


Tuno Diugo, Londres, 1 de Outubro de 2008.

13 de junho de 2008

Viva o S.António

No passado dia 12 de Junho, a VicenTuna reuniu-se para mais um belo jantar, desta vez para festejar os santos populares, na véspera do dia de S. António.

O jantar decorreu no restaurante “A Parreirinha do Duque”, onde fomos muito bem recebidos, e onde houve espaço para um belo convívio, muita música popular e fados à mistura! Após o jantar, e à saída do restaurante, já se sentia nas ruas o cheiro a Lisboa em festa, o cheiro a manjerico e a sardinha assada, e já se ouvia ao longe a música dos bailaricos que espalhados por toda a cidade animam a noite e enchem-na de luz .



Seguimos até ao Largo do Carmo, onde a festa ía animada, e juntamente com a multidão dançámos e festejámos até a noite findar.




31 de maio de 2008

VI FITUMIS

Foi no passado dia 30 de Maio que a VicenTuna partiu mais uma vez por Portugal fora, desta para Leiria, para participar no VI FITUMIS – Festival Internacional de Tunas Mistas, organizado pela Instituna.

Sempre em convívio, como habitual, os Vicentes passaram a tarde de dia 30 com os colegas tunantes que iam chegando de vários cantos do país e até de Porto Rico! À noite, já jantados e ansiosos por tocar, dirigimo-nos para o Teatro Miguel Franco, quase cheio, para cantarmos o “Sozinho” e tocarmos a “Feiticeira do Tejo”, no âmbito da noite de serenatas. Após a actuação partimos mais uma vez para o convívio com as tunas presentes e à descoberta da vida nocturna em Leiria, acabando a noite com fados ao luar, protagonizados pelos Vicentes.

No dia seguinte, depois de uma boa noite de sono, pequeno-almoço entregue à cama pelo serviço de caloiros, convívio matinal e almoço na cantina, seguiu-se uma grande tarde. Primeiro as tunas presentes dirigiram-se para a Câmara Municipal de Leiria para receberem as boas vindas à cidade de Leiria. Em frente ao edifício da Câmara reuniam-se os finalistas e o público da bênção das fitas de Leiria, as tunas aproveitaram esta oportunidade para animar a tarde da bênção com um pouco de música. Após uma hora de música, e com muita pena do público que pedia para não irmos embora, tivemos de partir para Porto de Mós para continuar a tarde do festival.

Mal chegámos a Porto de Mós tivemos direito a um banho de sol na relva, enquanto uns bebiam café, outros comiam um gelado e outros simplesmente falavam, no fundo um momento de relaxamento para a tarde preenchida que se seguia. Já mais relaxados fomos para a casa do povo, onde as tunas tiveram oportunidade de participar em vários jogos tradicionais, entre eles o jogo das cadeiras, corridas de saco, jogo da corda, etc… Sempre acompanhados ora por desgarradas onde toda a gente era convidada para cantar um fado ora por momentos de improviso musical onde pouco a pouco se reuniam olhares curiosos e ouvidos sedentos de música.















Passou-se assim uma tarde muito animada, acabando com as tunas a jantar na cantina onde o nervoso miudinho e a ânsia de começar o festival propriamente dito aumentavam. Depois do jantar, como mandam as regras, um cafezinho e digestivo, acompanhados por jogos de cartas, jogos arcade, conversas e também piadas.

E a hora de tocar lá chegou, a VicenTuna apresentou-se com as músicas: “Leitaria Garrett”, “Tanto Mar”, “Lisboa só Lisboa” e “Xácara das Bruxas Dançando”, que fizeram sucesso no cine-teatro de Porto de Mós. Queremos deixar desde já o muito obrigado pelos aplausos e pelo carinho que temos recebido pelo nosso público ao longo do país durante este ano, já que este foi o nosso último festival do ano lectivo 2007/2008.

O festival acabou, como de costume com a entrega de Prémios para as tunas a concurso que foram:


Melhor Pandeireta:Tuna de La Universidad De Puerto Rico Arecibo
Melhor Bandeira: ESTATuna
Melhor Instrumental: Tuna de La Universidad De Puerto Rico Arecibo
Melhor Solista: Tum’Acanénica
Melhor Serenata: VicenTuna
Melhor original: VicenTuna
Tuna mais Publico: Tuna de La Universidad De Puerto Rico Arecibo
2ª Melhor Tuna: Tuna de La Universidad De Puerto Rico Arecibo
Melhor Tuna: VicenTuna


A noite e os últimos festejos continuaram na discoteca “Beat” em Leiria, onde foi anunciado o Prémio de “Tuna + Tuna” - Tuna de La Universidad De Puerto Rico, e onde os tunantes tiveram oportunidade de participar no concurso de tuna mais bebedoura e como não podia deixar de ser, dançar p’la noite fora.


O festival acabou com um almoço no Domingo, dia 1 de Junho, para as tunas presentes que depois partiram cada uma para o seu canto do mundo. Ficou a vontade de voltar para o ano…

Muitos parabéns pela organização e um grande obrigado à Instituna pelo convite, pela atenção e pela amizade. Em especial um abraço para os nossos guias – Rita e Bruno! Até para o ano!

18 de maio de 2008

Dia Internacional dos Museus

Foi no passado domingo, dia 18 de Maio de 2008, que a VicenTuna marcou presença na jornada comemorativa do Dia Internacional dos Museus, inserida no evento Entreartes (iniciativa organizada pelo Departamento Sociocultural da Câmara Municipal de Loures).

A actuação, que contou com músicas como "Leitaria Garrett", "Senhora Do Almortão", "Tanto Mar" e "Lisboa Das Cantigas", decorreu numa pequena capela, presentemente inactiva, dentro da Quinta do Conventinho, local onde se encontra o Museu Municipal de Loures, e onde também actuou a Lusitana - Tuna Feminina da Universidade Lusíada de Lisboa.

Após as performances alguns elementos da Tuna juntaram-se ao restante público e desfrutaram, ao ar livre, do espectáculo "A Linguagem Universal da Música - Fado e Hip-Hop".

Agradecimentos à Câmara Municipal de Loures pelo convite e pela tarde bem passada.

9 de maio de 2008

XII Tuna M'Isto

No passado dia 9 de Maio, teve lugar na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa a 12ª edição do Tuna M’Isto, organizado pela escstunis, tuna da Escola Superior de Comunicação Social.

Este ano o tema do Tuna M'Isto foi a Revista Portuguesa. A escstunis deu exemplo do seu tema onde vestiu os seus vários elementos com os trajes típicos da revista portuguesa, um regalo para os olhos dos assistentes ao reverem os coloridos vestidos de grandes saias rodadas, e ouvirem a alegre e cómico discurso satirizando as mais diversas situações do país actual.

No seguimento da iniciativa da escstunis as várias tunas fizeram apresentações e sketches a condizer. Desde a criação de pequenos teatros em palco até à interpretação de músicas conhecidas por todos dos tempos da revista, as tunas mostraram a sua ambivalência nas artes do palco.

Foi com muita satisfação que ficámos a saber que parte dos lucros do Tuna M’Isto iria reverter a favor da causa FORÇA GUI! para mais informações consultar http://www.forcagui.blogspot.com/.

Após o festival houve festa no Teatro Ibérico, situado na Rua de Xabregas, com festa a durar pelo menos até às 6h00, e como não existe convívio a mais entre as tunas, no dia seguinte a escstunis realizou uma churrascada na sua casa, a Escola Superior de Comunicação Social.

As tunas participantes do XII Tuna M’Isto e respectivos prémios foram os seguintes:

TAISCTE – Melhor pandeireta

Tuna Económicas – Tuna mais tuna

Tuna Médica de Lisboa – Melhor solista; Melhor instrumental; 2ª Melhor tuna

VicenTuna – Melhor adaptação ao tema; Melhor porta-estandarte; Melhor tuna


Foi com muito gosto que participámos em mais uma edição deste festival já nosso conhecido há vários anos. A VicenTuna agradece à escstunis pelo convite, e despede-se com o desejo de brevemente nos voltarmos a encontrar!

26 de abril de 2008

IX fESTA

Após o almoço, a VicenTuna rumou a Abrantes, no âmbito da IX edição do festival fESTA, organizado pela ESTATUNA. Sempre animados, apesar do imenso calor que se fazia sentir, fizemos uma paragem em Constância, uma vila a cerca de 12 km de Abrantes, onde alguns Tunos aproveitaram para mergulhar nas águas refrescantes que banham a vila.

A meio da tarde chegamos a Abrantes e, depois de nos instalarmos na Pousada da Juventude da cidade, dirigimo-nos às imediações da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes onde aguardámos ansiosamente pela chegada da Real Tuna Infantina, a nossa Tuna Afilhada, que também participou no festival. Até à hora do jantar estivemos juntos, uns aproveitando para matar as saudades, já que as duas Tunas não se reuniam há já alguns meses, outros tentando conhecer os elementos novos. Sem dúvida que a chegada da Real Tuna Infantina tornou Abrantes ainda mais acolhedor. Jantando lado a lado, o convívio continuou noite fora e foi alargado às restantes Tunas que participaram no festival: Instituna e Tuna Médica de Lisboa. O Grupo de Tunos de Leiria esteve também presente na qualidade de convidados.

A noite culminou com um grande arraial no centro histórico de Abrantes, onde a música e a boa disposição de todas as Tunas encheram uma das principais praças da cidade.

No dia seguinte, as Tunas almoçaram na cantina da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes. Alguns elementos da VicenTuna acordaram bem cedo e prepararam um almoço especial para
toda a Tuna, que descansava e recarregava baterias para o longo dia que tínhamos pela frente.












Os “cozinheiros” prepararam Gaspacho para abrir a refeição, Caril de Frango com Amendoim e, para sobremesa, Baba de Camelo, saboreados sobre as capas negras que cobriam as mesas. Foi um almoço único, preparado com muito carinho e que irá ficar para sempre guardado na nossa memória.
Após o almoço, houve tempo para as Tunas relaxarem, enquanto se aproximava a hora do Passa-Calles. A VicenTuna realizou-o com a Real Tuna Infantina, passando assim toda a tarde juntas, a tocar e cantar como uma só. As 4 Tunas a concurso desfilaram pelas praças do centro histórico de Abrantes e, mesmo com o calor que se fazia sentir, estiveram muito empenhadas e animaram as várias centenas de pessoas presentes nas ruas da cidade.

Depois do jantar, as Tunas dirigiram-se para o Cine-Teatro S. Pedro, onde se realizou o festival. Foram mais de 3 horas de música, onde a VicenTuna apresentou ao público 4 músicas: Leitaria Garrett, Lisboa Só Lisboa, Lisboa das Cantigas e Xácara das Bruxas Dançando. Foi uma actuação particularmente emocionante, já que pela primeira vez a VicenTuna dedicou inteiramente a sua actuação, expressando assim todo o respeito, carinho e amizade que nos une à Real Tuna Infantina.


A festa continuou na discoteca Água Benta, um espaço que agradou tanto aos que gostam de dançar como aos que preferem o ambiente mais calmo da esplanada. Era já de manhã quando regressámos à Pousada da Juventude, satisfeitos pelos momentos vividos naquele fim-de-semana alucinante.

Os prémios atribuídos pelo júri no festival foram os seguintes:

- Melhor Pasacalles: Tuna Médica de Lisboa
- Tuna Mais Tuna: Instituna
- Melhor Estandarte: Vicentuna
- Melhor Pandeireta: Vicentuna
- Melhor Instrumental: Real Tuna Infantina
- Melhor Solista: Tuna Médica de Lisboa
- 2ª Melhor Tuna: Vicentuna
- Melhor Tuna: Tuna Médica de Lisboa


Não podemos deixar de agradecer a agradável recepção e o convívio que a Tu Na D’ESTES nos proporcionou, assim como às guias Sílvia e Sandra por toda a paciência e amabilidade. Agradecemos ainda à ESTATuna pela hospitalidade e simpatia com que fomos recebidos e aos guias Rita e Harry, foram incansáveis!

24 de abril de 2008

III Fast'À Noite

No dia 24 de Abril a VicenTuna voltou à cidade dos estudantes, desta vez para participar no III Fast'À Noite, festival organizado pela Tu Na D'ESTES. Por volta das 19 horas chegamos ao Instituto Politécnico de Coimbra onde se realizou o jantar e já aí todas as Tunas tocavam e cantavam, abrindo o apetite para a noite que se aproximava.

O espectáculo começou por volta das 22:00 e ao palco da Escola Superior de Tecnologia de Saúde subiram 5 Tunas Mistas: SemperTunos, Tuna Académica da Universidade dos Açores (TAUA), Tum'Acanénica, VicenTuna, e a Viriatuna. Os apresentadores espalharam boa disposição e provocaram muitas gargalhadas ao vasto público que enchia o anfiteatro, em rábulas a jornais televisivos.

Na sua actuação, a VicenTuna brindou o público presente com 4 músicas: Leitaria Garrett, Lisboa Só Lisboa, Lisboa das Cantigas e Xácara das Bruxas Dançando.


Júri atribuiu os seguintes prémios:

Melhor Caricas – SemperTunos

Melhor Pau – Tum’Acanénica

Melhor Solo – Tum’Acanénica

Dedos d’Ouro – TAUA

Tuna do Público – TAUA

Tuna Mais Mista – TAUA

Tuna Mais Tuna – SemperTunos

Melhor Tuna – VicenTuna


Depois do festival, as Tunas continuaram com a diversão e o convívio noite dentro no Clube de Rugby e no final da festa todas as Tunas dormiram em pavilhões do Instituto Politécnico de Coimbra.

O dia da Liberdade foi comemorado com uma churrascada organizada pela Tu Na D’ESTES. Enquanto uns tentavam encher o prato com a carne acabada de sair da brasa, outros faziam soar guitarras e todos cantavam, sentindo a brisa acalmar o calor que se começava a instalar.

5 de abril de 2008

V Encontro de Estudantes na Freguesia de Pontével

Este encontro realizou-se em pleno Ribatejo, no Concelho do Cartaxo, Freguesia de Pontével, dentro das comemorações do dia do estudante. Partindo de Coimbra no dia 5 e deixando para trás o Mondego, a VicenTuna viajou estrada fora até Pontével, num autocarro cedido pela Freguesia de Vale da Pinta (Cartaxo).

Mal aterrámos, tivémos uma calorosa recepção no local de abrigo para essa noite, na casa da familia Lopes, da qual a DóRéMi, um elemento da nossa Tuna, faz parte. Sem ter tempo a perder, visitámos o local do espectáculo, o Auditório da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense, construido com a ajuda de toda a povoação.

Depois, fomos para a frente da Escola Secundária de Pontével, onde os Caloiros participaram em jogos preparados pelos Tunos. Foi também por essa altura, que a VicenTuna escreveu mais um pouco da sua história, ganhando mais 2 Tunos na familia: o Tuno Xaimite, o Elfo do Espaço e a Tuno Dorémi Maria.

Ainda a festejar e sempre a (en)cantar, viajámos conjuntamente com estudantes de Pontével, até ao restaurante Quinta da Lapa. Nesse local, decorreu um jantar pleno de boa disposição, onde não faltaram bons petiscos e música q.b.

Às 21h30, a VicenTuna abriu o espectáculo e esteve em palco mais de uma hora em simbiose com um público cheio de entusiasmo, cantando e tocando várias músicas do seu repertório. Depois da VicenTuna, o palco recebeu ainda uma banda de Rock, constituida por vários jovens.

Como não podia deixar de ser, toda a Tuna manteve-se em convivio pela noite fora, na casa da familia Lopes, juntamente com outros estudantes. No dia seguinte, houve apetite para um almoço em boa companhia, à volta de uma grande mesa, cheia de sorrisos e grandes histórias. Por volta das 15h, entrámos por fim num pequeno autocarro que nos transportou de volta a Lisboa, até à nossa Faculdade de Ciências.

Em jeito de conclusão, não podemos deixar de recordar o imenso carinho, simpatia e hospitalidade que nos recebeu em Pontével. Não podemos também esquecer de dar os merecidos Parabéns à VicenTuna e aos novos Tunos.

4 de abril de 2008

VI Festival Oito Badaladas

A VicenTuna participou no VI Festival Oito Badaladas, organizado pela Quantuna, Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra. Estiveram neste festival, a concurso, a EstaTuna, a Tu Na d’ESTES, a TUSALD, a VicenTuna e a ViriaTuna. A Iscalina esteve presente commo tuna convidada.

A VicenTuna viajou então de comboio para Coimbra no dia 4, onde almoçou com todas as Tunas participantes, na esplanada do Museu Botânico da Faculdade de Ciências. Depois de uma feijoada e de uns banhos de sol, caminhámos até à Sé Velha, berço das serenatas que decorrem todos os anos na famosa Queima das Fitas de Coimbra. Aí, realizou-se a Serenata deste Festival, em que a VicenTuna cantou o Sozinho. Com algum tempo livre antes do jantar, procurámos a conhecida tasca do Sr.Pinto, onde cantámos e animámos.

Depois, jantámos nas Cantinas Amarelas e às 21h30, começou o festival no Teatro Académico de Gil Vicente. A VicenTuna na sua actuação apresentou 4 músicas em palco: Leitaria Garrett, Lisboa das Cantigas, Tanto Mar e Xácara das Bruxas. Após todas as Tunas terem tocado, o Júri atribuiu os seguintes prémios:

Melhor Serenata - ViriaTuna
Melhor Pandeireta – ViriaTuna
Melhor Estandarte – EstaTuna
Melhor Original – Tu Na d’Estes
Tuna mais Tuna – TUSALD
Tuna mais Mista – VicenTuna
Melhor Tuna – ViriaTuna

A noite foi longa e teve direito a convivio para todas as Tunas no bar In, seguido de uma noite de descanso em Mizarela, a uns quilometros de Coimbra. No dia seguinte, dia 5, voltámos a Coimbra, onde almoçámos. Por volta das 15h, despedimo-nos desta linda cidade e do Mondego, carregados de boas recordações e com a esperança de lá voltar. Agradecemos o convite da QuanTuna e a disponibilidade dos nossos guias, que nos acompanharam pelas ruas empedradas e sinuosas da cidade. Parabéns a todas as Tunas participantes pelo espectáculo que proporcionaram.

2 de abril de 2008

Jornadas de Matemática para Jovens na FCUL

Foi no dia 2 de Abril que a VicenTuna teve a oportunidade de actuar no âmbito das “Jornadas da Matemática”. As “Jornadas da Matemática” consistem num projecto do Departamento de Matemática e de Estatística e Investigação Operacional da FCUL, que visa promover a Matemática a jovens do Ensino Básico e Secundário, de forma didáctica e divertida

Logo após as palestras proferidas pelos professores J. Pinto Paixão, Manuela Gonçalves e Fernando Ferreira, a nossa performance fechou em grande a tarde dos jovens matemáticos que enchiam o anfiteatro do C3 e dando-nos força para a actuação.

O nosso “chefe” Filipe apresentou o espectáculo que se desenrolou com as músicas “A.M.E.Q.E.”, “Hoy Estoy Aqui”, “Madalena”, “Águas do Dão” e “Venha Vinho” para finalizar. Durante todo o espectáculo fomos mimados pelos aplausos do público, fazendo-nos lembrar porque é que é um prazer actuar naquela que nós consideramos a nossa casa, a Faculdade de Ciências. Muito obrigado a todos pelo apoio contínuo e até à próxima, esperemos que em breve.

27 de março de 2008

Comemoração do Dia do Estudante

Em 1962, muitos estudantes uniram-se numa luta pela defesa dos seus valores de Liberdade, Democracia e Cidadania perante o Estado e entre si, instalando-se uma grande crise académica. Esta culminou no dia 24 de Março, quando forças policiais avançaram, sob ordens do Governo de Salazar, contra militares manifestantes na zona da Cidade Universitária de Lisboa. Desde então, este dia passou a ser celebrado como o Dia do Estudante.

Como membros da Universidade de Lisboa, a nossa Associação de Estudantes não quis deixar de marcar este dia, organizando, no passado dia 27 de Março, uma grande churrascada e torneio de matraquilhos.

Durante toda a tarde, junto ao relvado do C8, estudantes de todos os cursos estiveram reunidos e a VicenTuna, como não podia deixar de ser, esteve presente dando um pouco de música, animação e convívio a quem na festa se encontrava.

15 de março de 2008

PADRECOS 2008

No passado dia 15 de Março de 2008, teve lugar o Festival "Padrecos 2008" organizado pela Tuna da Universidade Católica Portuguesa - Porto. Alguns membros da VicenTuna, envoltos pelo espírito académico, deslocaram-se até à Invicta Cidade do Porto.

Após algumas horas de viagem, incluindo uma paragem para almoço a caminho do Norte do país com direito à presença da Exma. Sra. Ministra da Educação (é preciso ter sorte….), os Vicentes chegaram ao Porto onde depois de comprarem os bilhetes decidiram explorar a zona envolvente ao Coliseu do Porto em busca de um "Snack-Bar" onde passar as horas que restavam até à hora do espectáculo. Assim, a tarde passou-se por entre muita música e algumas "Francesinhas". Depois da chegada de mais alguns Vicentes estava na hora de começar a música. Apresentaram-se a concurso as seguintes Tunas: TAFEP, Azeituna, Tuna de Medicina do Porto, TAL e a Tuna Universitária do Minho.

O espectáculo envolto num espírito muito típico do Porto foi apresentado pelos "3 Estarolas" e ainda contou com as actuações da Tuna da organizadora e da Tuna Feminina da Universidade Católica do Porto.

Os prémios foram distribuídos da seguinte forma, por um Júri constituído por Tunos de cada uma das Tunas a concurso:

- Tuna Mais Tuna: TAFEP
- Melhor Pandeireta: TAFEP
- Melhor Estandarte: Azeituna
- Melhor Solista: Tuna Universitária do Minho
- Melhor Instrumental: TAL
- Segunda Melhor Tuna: Tuna de Medicina do Porto
- Melhor Tuna: TAL

Findo o Festival, a VicenTuna desceu até Rio Douro onde num pequeno bar da Ribeira pode desfrutar de alguns momentos de convívio. Na hora da despedida os Vicentes agradecem o Vinho do Porto que lhes foi oferecido pela casa, cantando a música "Sozinho".

Depois de algumas horas de descanso em Mindelo – Vila do Conde e um belo pequeno-almoço perto do mar a VicenTuna retornou à capital.

29 de fevereiro de 2008

90º Aniversário da República da Estónia


No âmbito das comemorações do 90º Aniversário da República da Estónia, realizou-se dia 29 de Fevereiro, às 19 horas, um concerto do Coro Feminino da Televisão da Estónia no Salão Nobre da Reitoria da Universidade de Lisboa. O concerto contou com a presença, entre muitos ilustres convidados, do Presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, do Embaixador da República da Estónia, Mart Tarmak, e da Senhora Tiina Kaalep-Tarmak.


A convite da Reitoria da Universidade de Lisboa, a VicenTuna esteve uma vez mais presente na recepção de eventos realizados na Reitoria da nossa Universidade, tocando e encantando os presentes com uma mostra da cultura musical Tunante da Academia Portuguesa. Do nosso reportório apresentámos 4 temas; Sra. do Almortão, Canon, Leitaria Garrett, e Pomar das Laranjeiras. Completou esta mostra a participação da Tuna Médica de Lisboa.

22 de fevereiro de 2008

VI Olé Tunas

Nos dias 22, 23 e 24 de Fevereiro teve lugar em Angra do Heroísmo a 6ª edição do Olé Tunas, organizado pela TAESEAH, Tuna Académica da Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo.

A VicenTuna aterrou na Ilha Terceira no dia 16 de Fevereiro e ficámos alojados na muito amável hospitalidade do Forte de São João Baptista, casa do Regimento de Guarnição nº1.

O tempo antecedente ao festival foi utilizado para ensaiar, conhecer um pouco de Angra do Heroísmo e confraternizar com as gentes locais. Tivemos a oportunidade de melhorar a nossa destreza no bowling, pois foram vários os jogos realizados no Complexo Multiusos de Angra do Heroísmo.

Não faltaram as longas noites passadas no Clube Náutico com a companhia dos seus simpáticos funcionários, e após o fecho deste dirigiamo-nos aos outros bares na zona das docas.

A ViceTuna subiu a palco na noite sexta-feira, 22 de Fevereiro, e ofereceu ao público que enchia o Teatro Angrense 5 temas. Leitaria Garrett, Tanto Mar, a estreia absoluta de Lisboa só Lisboa, Xácara das Bruxas Dançando e Lisboa das Cantigas, foram as escolhas que encantaram todos os presentes.

Entre todas as actividades que se seguíram, de noite e de dia, uma das nossas favoritas foi de longe a grande garreada organizada pela TAESEAH para as tunas participantes no festival. Foram soltos 3 bezerros (um de cada vez, claro), onde 3 dos nossos mostraram dotes escondidos de toureadores.

video

O último momento deste festival foi uma inesperada actuação realizada em pleno aeroporto, mesmo junto às portas de embarque. VicenTuna, escstunis, TEL e K & Batuna juntaram-se num círculo para proporcionar um momento de rara beleza.

Foi mais um festival em que participámos com muito gosto, onde pudemos rever e fazer novos amigos, sempre acompanhados de boa música. À TAESEAH, ao RG1 e às gentes da Terceira o nosso Muito Obrigado, já cheio de saudades.


Deixamos aqui mais umas informações sobre o Festival

Tunas a concurso:
VicenTuna - Tuna da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Quantunna - Tuna Mista da Faculdade de ciências e Tecnologia de Coimbra
escstunis - Tuna Académica da Escola Superior de Comunicação Social de Lisboa
Tuna Económicas - Tuna do Instituto Superior de Economia e Gestão
K & Batuna - Tuna Mista da Escola Superior de Educação de Coimbra
Tuna Escalina - Instituto de Contabilidade e Administração de Lisboa
TEL - Tuna de Enfermagem de Lisboa


Tunas Extra-Concurso
ELES - Enfermeiros Lúdico - Especialistas em Serenatas
Tuna Académica "Sons do Mar" - Campus de Angra do Heroísmo - Universidade dos Açores
T.U.S.A. - Campus de Angra do Heroísmo - Universidade dos Açores
N.E.P.T.U.N.A. - Escola Superior de Enfermagem de Angra do Heroísmo


Prémios atribuídos:
Melhor Tuna - VicenTuna
2ª Melhor Tuna - escstunis
3ª Melhor Tuna - Tuna Económicas
Melhor Serenata - escstunis
Melhor Pandeireta - escstunis
Melhor Porta-Estandarte - VicenTuna
Melhor Instrumental - VicenTuna
Melhor Solista - Tuna Económicas
Melhor Música Original - Tuna Económicas
Melhor Passacalles - Tuna Económicas
Tuna Mais Tuna - Tuna Iscalina

12 de janeiro de 2008

14.º Aniversário da VicenTuna

Foi com grande alegria que festejámos mais um aniversário da VicenTuna no passado dia 12 de Janeiro. Um dia sem dúvida muito especial para todos os que ajudaram a fazer desta tuna aquilo que é hoje.

O jantar teve lugar n’ “O Mocho” e contou com a especial presença de alguns elementos da Associação de Estudantes, antes de mais nossos amigos, a Presidente Marta Santos, a Ana Santos e o “Espanhol”.

Os festejos continuaram no Bar Real Republica de Coimbra e no Cenoura, sempre com muita música, convívio e alegria.

Muitos parabéns e as maiores felicidades para a VicenTuna!